Exame, também oferecido a pessoas que cumprem pena em outro país, é voltado para quem não concluiu estudos na idade apropriada e quer certificação dos ensinos fundamental ou médio

Vai até esta segunda-feira (9) o prazo de inscrição do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos Residentes no Exterior (Encceja Exterior) 2018, voltado para brasileiros que não vivem no Brasil e não puderam concluir seus estudos na idade apropriada. Na mesma data, acabam as inscrições para o exame direcionado a brasileiros que cumprem pena privativa de liberdade (PPL) fora do País.

Os registros são gratuitos. O Encceja Exterior regular será aplicado em 16 de setembro nas seguintes localidades: Bélgica (Bruxelas); Espanha (Barcelona e Madri); Estados Unidos (Boston, Nova Iorque e Miami); França (Paris); Guiana Francesa (Caiena); Holanda (Roterdã); Itália (Roma); Japão (Nagóia, Hamamatsu e Tóquio); Portugal (Lisboa); Reino Unido (Londres); Suíça (Genebra); e Suriname (Paramaribo). Já o Encceja Exterior PPL será aplicado entre 17 a 28 de setembro, em unidades prisionais do Japão (Tóquio), Guiana Francesa (Caiena) e Turquia (Istambul). 

Assim como no Encceja Nacional, haverá provas para o ensino fundamental, para maiores de 15 anos, na data de realização da prova e, para o ensino médio, para maiores de 18 anos. Os resultados podem ser utilizados para emissão da declaração parcial de proficiência e do certificado de conclusão do nível de ensino.  

No ato da inscrição, o participante deve ficar atento à seleção das áreas de conhecimento. Quem busca o Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio precisa ter proficiência nas quatro áreas do conhecimento e na redação. O Encceja é composto por quatro provas objetivas por nível de ensino e uma redação. Cada exame tem 30 questões de múltipla escolha por prova.  

PPL

O Encceja Exterior PPL é voltado para quem cumpre pena privativa de liberdade no Japão, na Guiana Francesa ou na Turquia e preenche os mesmos requisitos dos demais – para quem não concluiu o ensino fundamental, ter idade mínima de 15 anos completos na data de realização do exame, e, para quem quer certificação do ensino médio, ter ao menos 18 anos completos. As inscrições devem ser feitas pelos responsáveis nos consulados gerais que ficam nos países em questão.

Clique aqui para acessar o edital